Nissan anuncia o desenvolvimento do primeiro veículo do mundo com sistema SOFC, que utiliza bioetanol para gerar energia elétrica

Da Redação

A Nissan Motor Co., Ltd. anunciou hoje que está realizando pesquisas para desenvolver um sistema de Célula de Combustível de Óxido Sólido (SOFC, ou Solid Oxide Fuel Cell, em inglês) que funciona com energia elétrica gerada por bioetanol. O novo sistema – pioneiro para uso automotivo – integra uma célula de combustível e-Bio com um gerador de força. SOFC é uma célula de combustível que utiliza a reação de múltiplos combustíveis, incluindo etanol e gás natural, com oxigênio para produzir eletricidade com alta eficiência.

Nissan anuncia el desarrollo del primer sistema de vehículos co
Foto: Divulgação / Nissan / Riedler Peter

Sobre a célula de combustível e-Bio

A célula de combustível e-Bio produz eletricidade por meio da SOFC como geradora de força, utilizando o bioetanol armazenado no veículo. A célula de combustível e-Bio utiliza hidrogênio transformado em combustível por meio de um oxigênio reformado e atmosférico, com a subsequente produção de eletricidade da reação eletroquímica para alimentar o veículo.

Diferentemente dos sistemas convencionais, o e-Bio integra a SOFC como sua fonte própria de energia, proporcionando maior eficiência de energia para dar ao veículo autonomias similares às dos carros movidos a gasolina (mais de 600 km). Além disso, as características de condução elétrica distintas dos carros com a célula de combustível e-Bio – que incluem condução silenciosa, partida linear e aceleração ativa – permitem aos usuários ter benefícios e confortos de um veículo puramente elétrico (EV, ou Electric Vehicle, em inglês).

Nissan anuncia o desenvolvimento do primeiro veículo do mundo c
Imagem: Divulgação / Nissan

Sistemas de células de combustível utilizam químicas que reagem com o oxigênio, gerando energia sem a liberação de subprodutos. Combustíveis bioetanol, incluindo aqueles derivados da cana-de-açúcar e do milho, estão amplamente disponíveis em países da Europa, Américas do Norte e do Sul e Ásia. A célula de combustível e-Bio utilizando o bioetanol pode oferecer um transporte ecologicamente correto e criar oportunidades na produção regional de energia, enquanto dá suporte à infraestrutura existente.

Quando a energia é produzida por meio de um sistema de célula de combustível, CO2 é geralmente emitido. Com o sistema de bioetanol, as emissões de CO2 são neutralizadas a partir do processo de cultivo da cana-de-açúcar que compõe o biocombustível, permitindo que haja um “ciclo neutro de carbono”, com aproximadamente nenhum acréscimo de CO2.

O futuro da célula de combustível e-Bio

No futuro, a célula de combustível e-Bio vai se tornar cada vez mais fácil de ser utilizada. O etanol misturado com água é mais fácil e mais seguro de ser manuseado que outros combustíveis. Ao mesmo tempo que removerá os limites para criação de uma infraestrutura totalmente nova, há enorme potencial de crescimento de mercado.

Os custos de funcionamento são notavelmente baixos, beneficiando tanto o público, quanto as empresas, pois a célula de combustível e-Bio é um ajuste ideal para todos, desde carros de passeio até veículos pesados.

Anúncios

Jaguar Land Rover inaugura sua fábrica no Brasil

Da Redação

JLR_ITATIAIA_7 (2)

Foto: Divulgação / Jaguar Land Rover

A Jaguar Land Rover abre hoje em Itatiaia, sul do estado do Rio de Janeiro, sua nova fábrica totalmente própria fora do Reino Unido. No local, também foi inaugurado o primeiro Centro Educacional (Education Business Partnership Centre – EBPC) da empresa fora da matriz.

Autoridades dos governos federal, estadual e municipal estiveram na cerimônia de abertura da nova fábrica, a primeira de uma fabricante britânica de automóveis na América Latina. A unidade recebeu um investimento total de R$ 750 milhões.

A data marca uma nova fase da empresa em sua estratégia de expansão global. Operações a partir de fábricas internacionais permite à Jaguar Land Rover oferecer aos seus clientes modelos ainda mais desejados, além de proteger-se contra flutuações cambiais e criar negócios globalmente competitivos.

A unidade brasileira fabricará os dois modelos da Land Rover mais vendidos no Brasil: o Range Rover Evoque e o Discovery Sport, com produção voltada para a demanda de consumidores brasileiros. Os primeiros veículos nacionais começam a chegar já neste mês à rede de concessionários da empresa, presente nas cinco regiões do País.

GEDSC DIGITAL CAMERA
Foto: José Oswaldo Costa

Durante o evento de inauguração da fábrica, Wolfgang Stadler, diretor-executivo de manufatura global, disse: “A abertura de novas instalações de alta tecnologia da Jaguar Land Rover no Brasil representa o mais recente e emocionante marco na nossa expansão global”.

“A Land Rover já é líder de mercado no Brasil na categoria de utilitários esportivos (SUVs) premium respondendo por 33% de todas as vendas nesse segmento. O Range Rover Evoque e o Discovery Sport serão agora produzidos pela primeira vez na América Latina, escolhidos com base na popularidade já existente com clientes no Brasil”.

A planta também inclui o primeiro Centro Educacional (EBPC) da Jaguar Land Rover fora do Reino Unido, que irá fornecer uma série de atividades em sala de aula para até 12 mil crianças de escolas locais por ano.

2016-land-rover-discovery-sport_100498402_h

Foto: Divulgação / Jaguar Land Rover

Fábrica no Brasil

A fábrica foi concebida para apoiar os planos futuros da empresa, portanto é totalmente flexível na sua produção. Assim, ela representa o quanto a Jaguar Land Rover acredita no potencial do mercado brasileiro, especialmente no segmento premium, que hoje conta com apenas 2,5% de representatividade do mercado total de automóveis, enquanto em mercados maduros este percentual pode chegar a aproximadamente 10%, mostrando que há espaço para a Jaguar Land Rover continuar crescendo no País.

A fábrica inclui uma série de projetos ambientais, como o recolhimento de águas pluviais e o plantio de mais de 1,2 mil árvores nativas para ajudar a preservar e melhorar o ecossistema do entorno. A Jaguar Land Rover almeja alcançar a mundialmente reconhecido ouro no certificado LEED de sustentabilidade – tornando-a a primeira fábrica de automóveis no Brasil a conquistar o selo.

A planta possui tecnologias avançadas de fabricação e possui instalações de Certificações e Conformidade de Emissões referência na América do Sul.

Como parte do comprometimento com a indústria automotiva brasileira, a Jaguar Land Rover recebe componentes como bancos, sistema de escapamento, chassi e conjunto motor de fornecedores locais como Benteler e IAC. Além disso, a Jaguar Land Rover tem investido em serviços de assistência técnica para ajudar os fornecedores a aumentar o nível de nacionalização no futuro.

Nissan lança o March e o Versa com câmbio CVT

José Oswaldo Costa*

de Itatiba / SP

March e Versa - Linha ProduçãoA Nissan lançou uma boa novidade para sua linha de compactos, que engloba o hatch March e o sedan Versa. A partir de agora, os dois modelos passam a contar com a opção pelo câmbio automático CVT. Esse tipo de transmissão estará disponível para a motorização 1.6 16V (111 cv).

Até então, o câmbio automático era comercializado pela Nissan, no Brasil, somente para o Sentra e para o Altima. A montadora tomou a decisão de equipar os modelos compactos com ele a partir de pesquisa feita por ela que mostrou que 40% dos consumidores desse segmento querem um veículo com câmbio automático. Dos entrevistados, 95% dos motoristas que já contam com um modelo que utiliza esse tipo de transmissão, pretende manter a escolha.

March - Câmbio CVT 3

Fotos: Divulgação / Nissan

E o mercado nacional mostra um grande potencial de crescimento nessa área. Do total da nossa produção, 41% são de hatches compactos e 17% de sedans compactos. Desses 58%, apenas 23% saem da fábrica com algum tipo de câmbio automático.

O Diário do Comércio da próxima sexta-feira (17/06) trará matéria completa sobre o March e o Versa com câmbio CVT.

Enquanto isso, já podemos informar os preços sugeridos pela Nissan para as novas versões:

March SV 1.6 16V CVT – R$54,09 mil

March SL 1.6 16V CVT – R$58,39 mil

Versa SV 1.6 16V CVT – R$57,99 mil

Versa SL 1.6 16V CVT – R$64,69

Versa Unique 1.6 16V CVT – R$66,29 mil

* o colaborador viajou a convite da Nissan

Toyota lança a 4ª geração do híbrido Prius no Brasil

José Oswaldo Costa* (Matéria publicada no Diário do Comércio – Edição: 10/06/16)

de Brasília / DF

Malagrine

A Toyota apresentou para a imprensa especializada a quarta geração do modelo híbrido Prius. Ele estreou no Brasil em 2012, sendo trazida para a terceira geração. Desde então, foram comercializadas 783 unidades no país. No mercado externo o sedan-médio, pioneiro ao se tornar o primeiro híbrido produzido em série do mundo, foi lançado em 1997. Comercializado em mais de 90 países, acumula cerca de 5,6 milhões de unidades vendidas.

Interessante destacar que o Prius não é o único veículo da montadora a contar com a tecnologia híbrida. Levando-se em conta esses outros modelos, a Toyota já comercializou, no mundo, cerca de 9 milhões de unidades. Tanto que, em setembro do ano passado, a empresa anunciou que tem como meta que 100% de sua produção seja de modelos equipados com algum tipo de tecnologia “verde”: híbridos, elétricos ou alimentados com célula de combustível. Esse objetivo deve ser alcançado até o ano de 2050 e representa uma mitigação de até 90% de emissão de CO2 originados por seus novos veículos.

O Prius combina um motor a gasolina 1.8 VVT-i de ciclo Atkinson – 98 cv e 14,2 kgfm de torque a 3.600 rpm – com outro elétrico de 72 cv e 16,6 kgfm de torque. A potência combinada estimada é de 123 cv. De acordo com a montadora, em testes realizados no Japão, o modelo levou 11 segundos para sair da imobilidade e atingir os 100 km/h. A prioridade é a economia de combustível, algo comprovado por testes realizados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO). Neles o Prius alcançou 18,9 km/l em ciclo urbano e 17 km/l em estradas. A autonomia pode chegar a 812,7 km.

O motor à gasolina passou por redução de tamanho e peso em comparação com a geração anterior (menos 11% no peso e redução de 33% no tamanho). Além disso, a transmissão – do tipo CVT – e o motor elétrico foram redesenhados. O sistema híbrido da Toyota foi desenvolvido para que o motor elétrico seja o principal propulsor. Sempre que há um aumento pela demanda de potência e torque, ou necessidade de recarga da bateria, o motor à combustão entra em operação. Outra forma de recarga ocorre através das frenagens, quando a energia cinética gerada por elas é transformada em energia elétrica. Ou seja, o Prius não é um veículo do tipo plug-in, que precisa ser ligado à rede elétrica para recarga da bateria.

Malagrine

Por falar em bateria, segundo a montadora, a vida útil da que estão presentes no motor elétrico pode variar entre oito e dez anos, dependendo das condições de uso e da realização das revisões periódicas. A garantia da Toyota é de três anos, sem limite de quilometragem, para o uso particular e de três anos, ou 100 mil quilômetros ( o que ocorrer primeiro), para uso comercial.

De acordo com a Toyota, quando comparado com modelos do mesmo porte, movidos à gasolina, o Prius é até 52% mais econômico na cidade e 42% em rodovias. Em sua quarta geração, o modelo passou por profundas mudanças de design e está com aparência mais agressiva e moderna. No interior, são novos o painel de instrumentos e os bancos. Os materiais utilizados internamente são mais macios e, portanto, mais agradáveis ao toque.

O novo Prius é o primeiro veículo da marca a ser montado na nova plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture ou Nova Arquitetura Global da Toyota). Com isso, o coeficiente aerodinâmico foi reduzido para 0,24 o que significa dizer, de acordo com a montadora, que trata-se do menor coeficiente do mundo no segmento de sedans-médios. A nova plataforma melhorou a rigidez estrutural em 60%.

Em sua quarta geração, o Prius está maior: mais 60 mm no comprimento e 15 mm na largura. O novo modelo é 20 mm mais baixo e o entre-eixos foi mantido. O porta-malas tem capacidade para 412 litros e, o tanque de gasolina, 43 litros. As medidas totais são as seguintes: comprimento – 4,54 metros; largura – 1,76 metro; altura – 1,49 metro e entre-eixos – 2,70 metros.

Dentre as novidades da nova geração, destaque para a presença de faróis e lanternas em LED, do head-up display colorido (que projeta no para-brisa informações como as do velocímetro, por exemplo), do carregador para celular sem fio (é necessário que o aparelho apresente a tecnologia compatível com esse sistema), do ar-condicionado de duas zonas com sistema chamado de S-Flow (concentra o fluxo de ar nas áreas da cabine onde há ocupação) e do sistema multimídia denominado Toyota Play (tela sensível ao toque de 7 polegadas com sistema de áudio da marca JBL) que inclui telefonia, GPS, DVD player, câmera de ré e TV digital.

MalagrineMalagrine

Malagrine
Fotos: Divulgação / Toyota / Malagrine

No quesito segurança, o Prius conta com controle de estabilidade, controle eletrônico de tração, 7 airbags (frontais, laterais, do tipo cortina e para os joelhos do motorista), freios a disco nas quatro rodas com sistemas ABS e EBD e sensor de chuva. O sedan apresenta quatro modos para condução: Normal, EV (exclusivamente elétrico), Eco (econômico) e Power (potência combinada).

A Toyota informou no evento de apresentação que hoje, no Brasil, São Paulo é o estado que mais se destaca quando o assunto é incentivo governamental para a compra de modelos híbridos. Em agosto do ano passado foi oficializada a devolução de parte da taxa do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) o que garante, na prática, 50% de desconto para o proprietário. Já em setembro, a prefeitura de São Paulo aprovou decreto que regulamenta a isenção do rodízio municipal para veículos movidos por energia de propulsão híbrida, elétrica ou hidrogênio.

No âmbito Federal, desde outubro de 2015 os modelos elétricos e movidos a hidrogênio passaram a ser isentos do imposto de importação. Já os híbridos, contam com alíquotas que variam entre zero e 7%, dependendo da cilindrada do motor e da eficiência energética. Certo é que o estado de Minas Gerais não conta, hoje, com qualquer tipo de incentivo ao modelos chamados de “verdes”. Algo que deve ser repensado e debatido com extrema urgência. A nova geração do Prius chegou ao mercado na última quarta-feira (8 de junho) e o preço sugerido pela Toyota é R$119,95 mil.

*o colaborador viajou a convite da Toyota do Brasil

 

Honda convoca proprietários do modelo GL 1800 Gold Wing para substituição preventiva do sistema de airbag

Da Redação

Campanha afeta 324 unidades em todo o Brasil

A Moto Honda da Amazônia, pautada por seu princípio de respeito aos clientes, convoca os proprietários do modelo GL 1800 Gold Wing a comparecerem, a partir de 31 de outubro de 2016, a uma concessionária Dream para substituição preventiva do sistema de airbag.

Caso o veículo seja submetido a uma colisão primordialmente frontal de intensidade moderada ou severa, situação em que o acionamento do sistema de airbag é esperado, poderá haver o rompimento da estrutura do insuflador, permitindo a projeção de fragmentos metálicos. O defeito pode causar ainda, em situações extremas, danos materiais, lesões graves ou até mesmo fatais aos ocupantes e/ou terceiros.

O procedimento será feito gratuitamente, conforme a data de início do atendimento. Para comodidade, antes de se dirigirem a uma concessionária os clientes devem confirmar a necessidade de reparo no site honda.com.br/recall/motos ou na Central de Atendimento, pelo 0800-055-2221 (segunda a sexta-feira, das 09h às 17h – horário de Brasília). Os endereços das concessionárias Honda Dream em todo o Brasil podem ser consultados em: http://www.honda.com.br/concessionarias.

Opcionalmente, o sistema de airbag poderá ser desativado temporariamente até a data do reparo definitivo informada acima. Para mais orientações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento.

honda recall

Você conhece as partes do pneu do seu carro?

Da Redação

Você já ouviu falar de banda de rodagem, costado e talões? Sabe o que essas palavras significam? As informações abaixo vão ajudá-lo a conhecer melhor os pneus do seu automóvel.

“Os pneus são o único ponto de contato do veículo com o solo, portanto são essenciais para a segurança do automóvel e devem estar sempre em bom estado de conservação. Por isso, é muito importante conhecer o componente e as partes que o compõem, além de ter os cuidados corretos para prolongar sua vida útil. Um dos pontos a serem observados é fazer a calibragem com a pressão correta, que é indicada pelo fabricante do veículo”, afirma Fabrice Weisgal Wermus, gerente de marketing de pneus de passeio da Goodyear do Brasil.

Inicialmente, é interessante que você entenda quais são as partes de um pneu. Podemos dividi-las em seis:

unnamed

1 – Banda de rodagem

2 – Costado

3 – Talões

4 – Carcaça

5 – Cintas estabilizadoras de aço

6 – Overlay

A banda de rodagem é o componente que fica em contato com o solo. Ela proporciona ao pneu tração, frenagem, dirigibilidade, capacidade de dispersão de água e quilometragem satisfatória.

O costado tem a função de amortecer parcialmente os impactos sofridos pela banda de rodagem e proteger a carcaça lateralmente contra impactos e fricções.

Os talões, por sua vez, ancoram o pneu ao aro e evitam seu deslizamento longitudinal.

Feita de poliéster, a carcaça suporta a carga e a pressão interna do pneu, além de receber e transmitir a força propulsora do motor do veículo ao solo.

A função das cintas estabilizadoras de aço é estabilizar a configuração ou forma do pneu, permitindo melhor contato do componente com o piso. Elas também protegem a carcaça contra impactos, cortes e perfurações.

Finalmente, o overlay limita e estabiliza o trabalho das cintas. Também minimiza o efeito de deformação no pneu causado por altas velocidades, fazendo com que a banda de rodagem se mantenha em contato com o solo. 

Sobre a Goodyear

A Goodyear é fabricante de pneus para automóveis, vans, picapes, SUVs, caminhões e ônibus, pneus fora de estrada, tratores, empilhadeiras, industriais e para aviação, além de materiais para recapagem, e está presente no Brasil há 96 anos. No mundo, emprega cerca de 66.000 pessoas e fabrica seus produtos em 49 instalações em 22 países. Seus dois Centros de Inovação nos Estados Unidos e em Luxemburgo desenvolvem produtos e serviços com tecnologia de ponta que definem o desempenho padrão para a indústria.

No Brasil, a companhia tem três unidades industriais: a fábrica na cidade de Americana (SP), a unidade de materiais de recapagem na cidade de Santa Bárbara do Oeste (SP) e a de recauchutagem de pneus para aviação em São Paulo (SP). Além disso, a empresa conta com uma rede de 150 revendedores oficiais e cerca de 1.000 pontos de venda em todo o país.

Mercedes-Benz GLE ganha edição limitada

Da Redação

20160608_5e52018094bc49fab5fa3d132cc80fb3_gle-450-amg-branco-polarO novo GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition chega aos concessionários brasileiros como uma edição limitada de apenas 20 unidades e itens exclusivos de acabamento.

Além do conjunto mecânico potente e dinâmico, o GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition é configurado com o pacote Night que, somado aos sistemas de segurança e tecnologia, proporciona ao veículo sofisticação e exclusividade.

“Tradicionalmente a Mercedes-Benz busca oferecer exclusividade aos clientes da marca em todos os segmentos com forte apelo esportivo, como é o caso dos modelos AMG, que contam com diversas opções de customização. Com o crescimento do segmento dos SUVs no Brasil, identificamos no GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition a oportunidade de trazer ao mercado mais uma série limitada com pacote personalizado”, afirmou Holger Marquardt, diretor geral Automóveis América Latina e Caribe.

Pacote Night

O maior diferencial desta versão são os itens de design exclusivos do pacote Night que, juntamente com o acabamento AMG Line interno e externo, proporciona ao GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition um visual esportivo.

As rodas de liga leve são predominantemente pretas com a face diamantada, aros de 21″ e raios múltiplos, com pneus tamanho 265/40 R21. O sistema 4MATIC de tração permanente nas quatro rodas, com distribuição equilibrada de torque entre os eixos dianteiro e traseiro, eleva o nível de segurança, assim como proporciona uma dirigibilidade harmoniosa e esportiva.

20160608_da7546fa6bbb46c2a2642ae31bafcdd6_686-roda-amgOutros destaques desta versão exclusiva incluem as carenagens dos espelhos externos, as longarinas no teto e os contornos das janelas em preto brilhante. O GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition, está disponível em duas cores: Preto Obsidian e Branco Polar.

Interior

O GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition oferece amplo espaço interno e altos níveis de segurança, com sete airbags como itens de série. Sua boa dirigibilidade no asfalto e em percursos off-road é garantida graças à tração integral permanente e câmbio automático 9G-TRONIC de nove velocidades.

20160608_b3849938057f4c99a922eaa3bd4a67ac_revestimento-couro-nappa-amg-porcelana-e-preto-3Itens únicos que compõem esta edição limitada como o estofamento dos bancos em couro napa na cor preto com porcelana, o acabamento do painel em Black Piano e o teto em tecido preto – algo raro nos veículos Mercedes-Benz – contribuem para a sofisticação do seu interior. A versão também é equipada com teto solar panorâmico com abertura por comando elétrico.

20160608_5b885192f96d47e1b02d893de1081ed1_revestimento-couro-nappa-amg-porcelana-e-preto-2O modelo conta com o pacote KEYLESS-GO, que permite a abertura das portas e o acionamento do motor sem necessidade de utilizar fisicamente a chave do automóvel. Na mesma versão, o acesso ao porta-malas também é facilitado. A tampa pode ser aberta e fechada do banco do motorista por meio do sistema EASY-PACK, no porta-malas ou com chave. Neste caso, ela também pode ser colocada em uma posição mais baixa. Além disso, a tampa do porta-malas pode ser aberta até a altura desejada pelo cliente, uma vez que pode ser programada de acordo com sua necessidade.

Motorização

Do ponto de vista da engenharia, a novidade conta com um potente motor biturbo V6 de 3,0 litros com 367 cv da linha AMG Sport, além do sistema 4MATIC, de tração integral nas quatro rodas de série, com distribuição de torque privilegiando o eixo traseiro e sofisticadas soluções na suspensão pneumática AIRMATIC. A aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 5,7 segundos.

Equipado com o sistema DYNAMIC SELECT, o GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition oferece cinco modos de condução que podem ser selecionados por meio da tecla rotativa localizada no console central. São eles: INDIVIDUAL, COMFORT, SLIPPERY, SPORT e SPORT+. Em cada um, o sistema dinâmico de controle ativa ajustes pré-programados que alteram a dirigibilidade do veículo e também permite que o condutor o ajuste da forma que preferir no modo INDIVIDUAL proporcionando diferentes experiências de condução.

20160608_e38bd69250744983b74412a2d8f3034e_gle-450-amg-preto-obsidianConectividade: integração com smartphone é diferencial

O GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition conta com os sistemas de integração de smartphones via Bluetooth e também com o Apple® CarPlay®, exclusivo para proprietários de iPhone®. Por meio dessa tecnologia, é possível acessar parte do conteúdo do celular na tela do veículo e realizar ligações, ouvir música, compartilhar mensagens e acionar os comandos de voz a partir da tecla no volante. Além disso, o sistema de informação e entretenimento COMAND Online com tela de 8 polegadas e GPS integrado também faz parte dos equipamentos de série.

20160608_04b32d4dcfb8477280aed8d15d4f512f_14u-apple-carplay

Fotos: Divulgação / Daimler AG

O GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition já está disponível em toda a rede de concessionários da Mercedes-Benz, com preço sugerido de R$ 475,90 mil.

Informações técnicas:

Mercedes-Benz
GLE 450 AMG 4MATIC Black Edition
Cilindrada 2.996 cm³
Cilindros V6
Potência 367 cv

a 5.500-6.000 rpm

Torque máximo 520 Nm

entre 2.000 – 4.200 rpm

Aceleração 0-100 km/h (s) 5,7 s
Velocidade máxima 250 km/h (limitada eletronicamente)
Peso (kg) 2.180
Pneus 265/40 R21
Capacidade do porta-malas (L) 690
Tanque de combustível (L) 93/12
Dimensões (mm)

Comprimento

Largura

Altura

 

4.813

2.141

1.765