Hyundai ix35 – líder precisa de ajustes

José Oswaldo Costa (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 21/10/2016)

GEDSC DIGITAL CAMERAO ix35 é líder no segmento de utilitários esportivos médios, apesar de não ter alcançado os números pretendidos pela montadora quando foi feita sua última reestilização. Naquele momento, a expectativa de vendas da Hyundai CAOA girava em torno de 1.700 unidades/mês.

Porém, de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o SUV emplacou, de janeiro a setembro desse ano, 8.255 unidades. Ou seja, média mensal de cerca de 917 unidades.

Mesmo assim, ele dá um verdadeiro “banho” na concorrência. No mesmo período, o segundo colocado do ranking, Mitsubishi ASX, comercializou 3.673 unidades (cerca de 408 unidades/mês). Na terceira posição aparece o Kia Sportage com 2.995 unidades vendidas nos primeiros nove meses do ano (algo em torno de 332 unidades/mês).

Outros concorrentes do modelo sul coreano são Honda CR-V, Toyota RAV4 e o recém-lançado Jeep Compass. DC Auto recebeu, para avaliações, a versão topo de linha do Hyundai ix35 (chamada de Top). As mudanças de design surtiram efeito. O modelo está muito mais belo e com um desenho bem resolvido, agradável. Ficou mais moderno e com um toque esportivo.

Produzido na planta da montadora em Anápolis (GO), o utilitário apresenta para-choque dianteiro redesenhado, com nova grade do radiador, que ganhou três filetes e moldura cinza em formato hexagonal. Mesma cor, aliás, do spoiler central que fica posicionada abaixo da placa e dá aquele “ar” mais off-road e esportivo. Os faróis receberam projetores e luzes diurnas em LED.

GEDSC DIGITAL CAMERAOs faróis de neblina têm novo desenho e apresentam molduras na mesma cor da que está presente na grade (cinza). Tudo isso trouxe, como resultado, uma dianteira bonita, marcante, mas sem exageros estilísticos. As belas rodas de 18 polegadas também ganharam novo desenho e as portas receberam protetores, na cor preta, que fazem um bonito conjunto visual com a parte inferior do pra-choque traseiro. Na traseira, a novidade são as novas lanternas que, na versão avaliada, receberam LED.

GEDSC DIGITAL CAMERA

O Hyundai ix3 utiliza motor 2.0 16V, bicombustível, capaz de render 157/167 cv (gasolina/etanol). Definitivamente, não faz feio e é suficiente para a proposta urbana-familiar do modelo. Na estrada, leva o SUV aos 110 km/h sem dificuldade e garante ultrapassagens tranquilas. Abastecido com etanol, o torque é de 20,6 kgfm a 4.700 rpm. Com gasolina, o torque é de 19,2 kgfm, também a 4.700 rpm.

Porém, em outros mercados, o SUV já conta com um moderno motor 1.6 turbo de 175 cv e transmissão automatizada de sete marchas. Por aqui, continuamos tendo a automática de seis marchas, com possibilidade de trocas manuais na própria alavanca. Além disso, lá fora, o interior também foi todo modificado, o que não ocorreu com o “nosso” ix35 na reestilização.

O rodar é macio e confortável, na medida certa. A carroceria não apresenta tendência à rolagem em curvas feitas em maior velocidade. Além da suspensão traseira do tipo multilink, que ajuda muito nesse quesito fazendo com que o modelo ganhe apoio e aderência nas curvas, também estão presentes na versão Top os controles de tração e estabilidade.

A direção elétrica progressiva é boa em manobras e um pouco leve demais em velocidades mais altas. Mas nada que comprometa a segurança da condução. Pras os freios, o ix35 utiliza, nas rodas dianteiras, discos duplos ventilados e, nas traseiras, discos sólidos. Eles contam com sistemas ABS e EBD.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Espaço interno é destaque

Chama atenção o espaço interno, bom para cinco ocupantes. O que vai ao meio tem a vida facilitada pelo fato do piso central ser plano. Todos os passageiros contam com encostos para as cabeças, porém, o cinto de segurança traseiro central é do tipo abdominal. Lapso imperdoável para qualquer montadora. Ainda mais nesse tipo de segmento, mais familiar. E o deslize não termina aí: não há sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis.

O acabamento é bom, mas um pouco abaixo do que se espera para o preço do utilitário. Os materiais são de qualidade e não há rebarbas. O painel traz, em algumas partes, material emborrachado. Mas os plásticos rígidos estão presentes. Os bancos são forrados com couro, mesmo material utilizado no volante e no acabamento da manopla do câmbio. O do motorista conta com regulagens elétricas e para a lombar.

GEDSC DIGITAL CAMERAPartes do volante (multifuncional), do câmbio, do sistema multimídia e das saídas de ar centrais receberam acabamento prateado, o que aumenta a sensação de requinte. A partida é feita por meio de botão no painel e dispensa o uso da chave. O ar-condicionado digital é de duas zonas e há saídas (no console central) para os passageiros do banco traseiro.

Quadro de instrumentos, sistemas multimídia e de ar-condicionado receberam iluminação na cor azul. Falando no primeiro, ele é simples e funcional: conta-giros no lado esquerdo e velocímetro no direito. Entre eles, temperatura e medidor do tanque de combustível são digitais, bem como o computador de bordo – com, apenas, três funções: distância percorrida, velocidade média e cronômetro. Esqueça o consumo médio, ele não é medido. Outro deslize.

GEDSC DIGITAL CAMERAO sistema multimídia, com tela sensível ao toque de 7 polegadas, concentra informações de áudio (rádio, CD, DVD e MP3), do GPS, telefonia e câmera de ré. O modelo é equipado com entradas USB e auxiliar. Sensor de estacionamento está presente, mas somente o traseiro. Quanto à segurança, destaque para os já citados controles de tração e estabilidade, para os seis airbags (dianteiros, laterais e do tipo cortina), assistente para declives (mantém a velocidade em descidas muito íngremes) e as barras de proteção contra impactos laterais nas quatro portas.

GEDSC DIGITAL CAMERAO Hyundai ix35 conta com garantia de cinco anos, sem limite de quilometragem. O preço dessa versão topo de linha chega quase a R$140 mil.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Fotos: José Oswaldo Costa

Ficha Técnica

 ✔ Velocidade máxima — 181 km/h (etanol)

✔ 0 a 100 km/h — 10,8 segundos (etanol)

✔ Potência — 157/167 cv (gasolina/etanol)

✔ Consumo Médio – ND*

✔ Distância entre eixos — 2,64 metros

✔ Comprimento — 4,41 metros

✔ Largura — 1,82 metro

✔ Altura — 1,69 metro

✔ Capacidade do porta-malas — 728 lts**

✔ Capacidade do tanque — 58 litros

✔ Pneus/ Rodas — 225/55 R18 / Liga leve 18 polegadas

 *Não Disponível **A Hyundai faz a medição até o teto do veículo

Jaguar Land Rover inaugura academia de direção no gelo

Da Redação

jlr-ice-academy-1-2A Jaguar Land Rover inaugurou sua primeira academia de direção no gelo, oferecendo uma experiência única de direção e aventura no meio do Círculo Polar Ártico.

Com base na instalação de testes de frio da empresa na Lapônia, Suécia, os convidados da academia do gelo terão a oportunidade de desafiar seus limites nos veículos de melhor performance da Jaguar Land Rover. Com o acompanhamento de experts, os participantes podem testar o Jaguar F-TYPE, F-PACE e o Range Rover Sport em temperaturas abaixo de zero nas pistas de gelo esculpidas em um grande lago congelado.

Um itinerário único com veículos clássicos também está disponível. Os clientes podem experimentar o Jaguar MKII, MKVII ou XK150, ou o Land Rover Series I, Series II e Series III, sem freios modernos, direção hidráulica ou controle de tração.

jlr-ice-academy-3-2

Fotos: Divulgação / Jaguar Land Rover / Matthias Wehofsky

Mark Cameron, diretor de Marketing de Experiência da Jaguar Land Rover afirmou: “Nossos veículos são construídos e testados para performances nas condições mais extremas. Na nova academia do gelo, os clientes podem aprender como se desafiarem ao limite a bordo de seu modelo Jaguar ou Land Rover favorito e ver que eles realmente conseguem, em uma paisagem inesquecível do Ártico”.

O programa de três ou quarto noites, que parte de €2.490, inclui acomodação, refeições, traslados e pilotos profissionais para ajudar os clientes a desenvolverem suas habilidades e terem uma experiência verdadeiramente inesquecível. As reservas agora estão sendo feitas para viagens a partir de janeiro de 2017.

Reconhecida pelas paisagens de montanhas e florestas, a Lapônia é também a base perfeita para os clientes aproveitarem o Círculo Ártico com snowmobiling ou passeios de husky safari, disponíveis a uma curta distância da Academia

Novo Mercedes-Benz Classe E chega ao Brasil em três versões

Da Redação

20161019_103b73c1246a46f0ad58fba6c16c9ca7_img-5343-2A Mercedes-Benz traz para o Brasil o novo Classe E 250. A décima geração do Classe E chega ao País em três versões, todas com motor 2.0 litros turbo que gera 211 cv e com a nova transmissão automática 9G-TRONIC de nove velocidades. O sedã acelera até 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e atinge 250 km/h de velocidade máxima, limitada eletronicamente.

O modelo também marca a apresentação mundial de diversas inovações técnicas. Sistemas de informação, entretenimento e controle integram o conceito Intelligent Drive e oferecem uma experiência de condução semiautônoma.

“O Classe E é o sedã mais vendido da Mercedes-Benz no mundo e, no passado, redefiniu repetidamente os padrões de seu segmento. O modelo leva agora esta tradição para o futuro, com uma grande variedade de inovações que representa mais um passo no sentido da condução autônoma e que poderá ser utilizada pelos nossos clientes no Brasil”, afirmou Holger Marquardt, diretor geral Automóveis América Latina e Caribe.

20161019_cd1411a5b0424179a7301ea106a578f4_img-5635-2Comparado ao de seu antecessor, a distância ente eixos aumentou 65 milímetros (2.939 / 2.874) e o comprimento total, 43 milímetros (4.923 / 4.880).

A versão Exclusive traz a clássica grade do radiador da Mercedes-Benz, com a estrela no capô. Os modelos Avantgarde são identificáveis pela grade do radiador esportiva, com uma grande estrela como elemento central.

O novo E 250 traz um motor a gasolina de quatro cilindros de nova geração, com 2,0 litros e 211 cv de potência. O torque máximo de 350 Nm é disponibilizado a partir de apenas 1.200 rpm, o que garante reações rápidas mesmo em baixa velocidade. Turboalimentado e com injeção direta na câmara de combustão, o motor tem os injetores montados no centro do cabeçote do cilindro, com capacidade de executar até oito injeções por ciclo, a uma pressão de 200 bar, criando um jato cônico de combustível.

Desta forma, a gasolina se mescla ao ar com maior facilidade, chegando com menor intensidade à parede dos cilindros, o que ajuda a reduzir emissões indesejadas. Os motores do novo Classe E são sempre equipados de serie com a função ECO start/stop.

Todas as versões são equipadas de série com a transmissão automática de nove marchas. Trocas manuais são possibilitadas por meio das borboletas instaladas atrás do volante multifuncional.

20161019_a7a1577a6c1e4332993ee6d877481e1c_img-6150-2Assistência e Segurança – O Active Brake Assist (assistente ativo de frenagem), disponibilizado de série, pode alertar o motorista em situações de colisão iminente, dando o apoio durante as frenagens de emergência e, se necessário, também automaticamente fazer de maneira autônoma. Além de veículos lentos, reduzindo a velocidade ou estacionados, o sistema também pode detectar pedestres atravessando a zona de risco à frente do veículo.

Em autoestradas e estradas menores, o Controle de Distância Ativo (Distronic) não apenas é capaz de manter o veículo à distância correta dos automóveis à frente como, pela primeira vez, segui-los a uma velocidade de até 210 km/h. Isto pode facilitar a vida do motorista, que não precisa mais operar os pedais do freio ou do acelerador durante a condução normal e também recebe uma ampla assistência ao volante do sistema Controle de Direção Ativo – mesmo em curvas de raio médio.

Outro item único, o Assistente Ativo de Manutenção de Faixa, reconhece quando o veículo está involuntariamente saindo da faixa a velocidades entre 60 e 200 km/h e alerta o condutor por meio de vibrações no volante. Se o condutor não reagir ao aviso, o sistema pode acionar os freios de um lado para ajudar a trazer o veículo de volta à pista.

Além disso, a lista de novos equipamentos do Classe E inclui os faróis de alta resolução, cada um com 84 LEDs de alta performance controlados individualmente, que iluminam o caminho automaticamente com uma distribuição de luz que não ofusca outros usuários da via. Isso acontece porque essa configuração permite que a distribuição da luminosidade seja controlada separadamente em cada um dos faróis e adaptada dinâmica e rapidamente às situações do tráfego.

20161019_c568d80c9b494598b977cf00335ffb5b_img-6219-2Todas as funções do Intelligent Light System nos modos de farol alto ou baixo podem assim, pela primeira vez, ser executadas de forma puramente digital e sem atuadores mecânicos, incluindo, em estreia mundial, uma função de iluminação ativa puramente eletrônica.

Outros sistemas presentes de série no modelo são o Crosswind Assist (assistente de ventos transversais), que pode ajudar o motorista reduzindo substancialmente os efeitos de ventos cruzados fortes, evitando que o veículo de desvie muito da pista.

Os para-lamas dianteiros, capô e grande parte das seções dianteira e traseira são feitos de chapa de alumínio ou alumínio fundido. Esta carroceria de baixo peso – mesmo com quase cinco metros de comprimento o E 250 pesa apenas 1.615 quilos (65 kg a menos do que a versão anterior) – diminui o consumo de combustível e contribui para uma dirigibilidade ágil e esportiva.

20161019_5d852303392e4a9586a09b60c73a88b8_img-6130-2O sedã vem de série com suspensão Agility Control, com sistema de amortecimento seletivo, que se ajusta automaticamente às condições do piso. A confortável suspensão da versão Avantgarde com Todas as informações do sistema de infotainment são exibidas em uma tela de mídia de 12,3 e alta resolução.

Além disso, teclas de controle sensíveis ao toque no volante aparecem pela primeira vez em um automóvel. Como uma interface de telefone celular, eles respondem com precisão a movimentos de varredura horizontais e verticais, permitindo ao motorista controlar todo o sistema de informação e entretenimento sem ter que tirar as mãos do volante.

Outros controles para o sistema de informação e entretenimento são disponibilizados na forma de um touchpad com controlador no console central que pode até mesmo reconhecer grafia manuscrita. Também há teclas de acesso direto para funções de controle como o sistema de ar-condicionado ou para prática ativação ou desativação de alguns sistemas de assistência ao motorista.

20161019_5cc8071ebfc8410da88f9ce59755dbca_img-6138-2

Fotos: Divulgação / Mercerdes-Benz / Pedro Danthas

O novo Classe E é oferecido no mercado brasileiro em três versões de acabamento e design, todas elas com uma ampla gama de equipamentos e sistemas de segurança e assistência ao motorista. Para marcar a estreia do novo E 250, a marca preparou a versão especial E 250 Exclusive Launch Edition, que traz como itens exclusivos as rodas de liga leve com 19 polegadas de diâmetro.

A versão especial compartilha com o E 250 Exclusive, que usa rodas com 18 polegadas, o interior com acabamento em madeira brilhante marrom escuro, a praticidade e segurança dos pneus run flat, câmera traseira, Parking Pilot com Active Parking Assist Parktronic (estacionamento automático em vagas longitudinais ou transversais), fechamento remoto da tampa do porta-malas, pacote Driving Assistance e Drive Pilot. Todas as versões do novo E 250 proporcionam integração Apple Car Play e Android Auto e acesso sem uso de chave (Hands Free Access).

Já o E 250 Avantgarde se distingue visualmente pelo design diferenciado da dianteira, dominada pela grade esportiva com a estrela da Mercedes-Benz ao centro. O interior também é diferenciado, com acabamento em alumínio. Como nas outras versões, o cliente pode optar pelo revestimento dos bancos em couro nas cores preto, marrom/preto e bege/preto.

O novo Classe E chega ao mercado brasileiro com preço público sugerido de R$325,90 mil na versão Exclusive Launch Edition, R$319,90 mil na versão Exclusive e R$309,90 mil na versão Avantgarde.

Chery New QQ, fabricado no Brasil, começa a ser vendido

Da Redação

chery-new-qq-6A Chery Brasil anunciou o início das vendas do New QQ nacional, o seu segundo modelo a ser fabricado no complexo Chery em Jacareí (SP). A partir desta semana, o subcompacto pode ser encontrado em toda a rede Chery em duas versões, com preço especial de lançamento: Look, por R$ 29,99 mil, e ACT, por R$31,99 mil. Ambas são completas, sendo que o ACT é equipado com acessórios extras, como rodas de liga leve, vidros elétricos traseiros, retrovisores com ajuste elétrico, quatro auto falantes, limpador e desembaçador traseiro.

O subcompacto carrega o título de primeiro carro de uma montadora chinesa a fazer parte do ranking Car Group do Cesvi Brasil, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os automóveis que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro, pelas empresas seguradoras.

“O New QQ nacional já chega ao mercado com boas notícias, desbancando seus concorrentes no quesito eficiência, emissão, índice de reparabilidade e custo de seguro. São fatores que contam positivamente no momento de decisão de compra por parte do consumidor, cada dia mais consciente e responsável, financeira, social e ambientalmente. Temos uma nova geração de QQ pronta para conquistar os consumidores mais exigentes”, declarou Luis Curi, vice presidente executivo da Chery Brasil.

chery-new-qq-8O Chery New QQ chega às lojas em duas versões. Ambas completas, pois o modelo conta com itens de série que em outras marcas são considerados opcionais.

A versão Look vem equipada com ar condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos dianteiros, Chery Media System (rádio AM/FM com USB e dois auto falantes), DRL (Day Running Lights), freios ABS com EBD, airbag duplo, ajuste elétrico dos faróis, trava central nas chaves e rodas de aço com calotas personalizadas.

A versão ACT conta com tudo o que há na outra versão e acrescenta vidros elétricos traseiros, retrovisores com ajuste elétrico, quatro auto falantes, limpador e desembaçador traseiro e rodas de liga leve de 14 polegadas, em substituição às de aço.

Ambas versões estão disponíveis nas cores preto, branco, vermelho, prata, marrom e azul.

O motor 1.0 de três cilindros é moderno e tecnológico. Desenvolvido pela ACTECO, é fabricado em bloco de alumínio e cabeçote composto de 12 válvulas, alimentado por um sistema de injeção direta de gasolina, que desenvolve 69 cavalos de potência. A transmissão é mecânica de cinco marchas.

chery-new-qq-39O conjunto motriz do New QQ nacional é considerado um dos eficientes e econômicos do país, tendo recebido a melhor classificação (nota AA) na categoria microcompactos na 8ª edição do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), divulgado pelo Inmetro em abril. O modelo também foi contemplado com o selo Conpet de eficiência energética, classificação dada aos automóveis mais eficientes e que obtiveram os melhores resultados em sua categoria e no ranking geral da lista do Inmetro.

O sistema de suspensão dianteira é tipo MacPherson, com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora, que tem como características melhor performance com peso leve, velocidade de resposta rápida e forte desempenho de absorção de choque. A suspensão traseira é equipada por uma estrutura de eixo rígido com molas helicoidais e amortecedores de dupla ação, que permite o equilíbrio do contrapeso, aumentando assim o conforto de todos a bordo.

O sistema de freio ABS com EBD da Bosch e os airbags duplos completam o sistema de segurança a bordo.

chery-new-qq-28

chery-new-qq-30

chery-new-qq-32

Fotos: Divulgação / Chery Brasil / BiBo Bouzaz

BMW F 700 GS, nacional, será apresentada no Salão de SP

Da Redação

bmw-f700-gs

Foto: Divulgação / BMW Motorrad

A BMW Motorrad Brasil apresentará ao público a nova BMW F 700 GS no Salão do Automóvel 2016, que este ano terá de forma inédita a presença das três marcas do BMW Group Brasil – BMW, MINI e BMW Motorrad. A motocicleta, produzida na nova fábrica própria da BMW Motorrad, em Manaus (AM), a partir desta quinta-feira (20), estará disponível nas concessionárias a partir de novembro, com preço especial de R$39,95 mil.

“Vamos aproveitar o Salão do Automóvel, um dos maiores eventos automotivos do mundo, para mostrar ao público a BMW F 700 GS, uma motocicleta versátil e tecnológica, que já vinha gerando grande expectativa entre os consumidores brasileiros e entusiastas”, comentou Federico Álvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil.

Para uma melhor ergonomia e conforto no uso cotidiano, a big trail vem com altura do banco menor em relação ao solo (820 milímetros) – ligeiramente mais baixa em relação à BMW F 800 GS.

Ainda que seja o modelo de entrada do portfólio, a nova BMW F 700 GS agrega atributos de motocicletas de categorias superiores, trazendo uma experiência premium aos clientes recém-chegados à marca. Além de design ela compartilha, por exemplo, o motor de dois cilindros e oito válvulas com duplo comando, 798 cc, a gasolina, com refrigeração líquida, que equipa a BMW F 800 GS, e se destaca por sua confiabilidade e durabilidade. Este motor conta com sistema de injeção de combustível combinado a uma caixa de transmissão de seis marchas.

A potência, no caso da nova big trail, é de 75 cv (a 7.000 rpm), com torque máximo de 77 Nm (disponíveis a 5.300 rpm). O pacote de itens de segurança incorpora sistema de freios com tecnologia BMW Motorrad ABS, com disco duplo de 300 mm, na dianteira, e disco de 265 mm, na traseira.

Entre os equipamentos inclusos destacam-se ajustes de compressão da mola traseira, de retorno do amortecedor traseiro, dos manetes de freio e embreagem, amortecimento variável auxiliar, balança de alumínio dupla, lentes das luzes indicadoras de direção escurecidas, lanterna traseira em LED, sensor de cavalete lateral e tomada 12V.

A nova BMW F 700 GS estará disponível com pacote Premium, nas cores cinza metálico e laranja, e equipada com manoplas aquecidas e protetores de mãos, controle de pressão dos pneus (RDC), computador de bordo, controle de tração (ASC), luzes indicadoras de direção em LED e cavalete central.

Chevrolet Tracker 2017 estará no Salão de São Paulo

Da Redação

tracker

Foto: Divulgação / General Motors do Brasil

Depois de destacar a presença das novas gerações do Camaro e do Cruze Sport6 na edição 2016 do Salão do Automóvel de São Paulo, a Chevrolet confirma mais um importante lançamento: o novo Tracker.
A versão 2017 do SUV de entrada da marca chega às concessionárias até o fim deste ano no Brasil, mesma época que em outros importantes mercados globais.
Para isso, o Tracker vem repleto de novidades. Há mudanças mecânicas, visuais, de conteúdo e de acabamento. Uma configuração específica para o mercado nacional foi criada para atender as particularidades do consumidor local. Entre elas destacam-se o motor 1.4 turbo Flex, a transmissão automática sequencial de seis velocidades e o sistema Stop/Start. O powertrain é o mesmo do novo Cruze.
Entre os itens inéditos disponíveis estão o multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay, o exclusivo sistema OnStar, o teto solar elétrico e os faróis e as lanternas com LEDs, além de alertas anti-distração e outros equipamentos de segurança e de comodidade.
O Tracker traz ainda mudanças visuais. A parte frontal foi completamente redesenhada, assim como parte da traseira e as rodas aro 18, ressaltando as linhas musculosas da carroceria. Já a cabine ganha melhor acabamento com painéis e bancos mais sofisticados.
A atual geração do Tracker já emplacou mais de 400 mil unidades em aproximadamente 70 países nos últimos três anos. O montante o posiciona como um dos três modelos mais bem-sucedidos da sua categoria no mundo.

Fiat Strada tem novas versões para a linha 2017

Da Redação

fiat-strada-adventure-2017

Fiat Strada Adventure – Cabine Estendida e Dupla

Com 15 anos de liderança no mercado em seu segmento, a picape Strada chega em toda a rede Fiat trazendo novas versões em sua linha 2017.

Referência em seu segmento, o Fiat Strada 2017 conta agora com oito opções de compra em sua nova gama. As novas versões são: Working Plus 1.4 Flex (cabine simples), Hard Working 1.4 Flex (cabines simples, estendida e dupla) e Adventure 1.8 16V Flex Dualogic (cabine dupla).

fiat-strada-working-2017

Fiat Strada Working – Cabine Simples

A nova versão Working Plus 1.4 Flex Cabine Simples traz, além dos equipamentos de série, como capota marítima e iluminação na caçamba, da versão de entrada da gama (Working 1.4 Flex Cabine Simples), também os conteúdos direção hidráulica, brake light, janela corrediça, grade protetora do vidro traseiro e porta-escadas.

A Hard Working 1.4 Flex Cabine Simples traz todos os equipamentos de série da Working Plus 1.4 Flex e mais: ar condicionado, calotas integrais, faróis de neblina, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas e banco do motorista com regulagem de altura. A Hard Working Cabine Estendida oferece a mais da versão Cabine Simples, barras longitudinais de teto e ganchos para amarração de carga na cabine. Já a versão Cabine Dupla da Hard Working soma ainda na lista de série a terceira porta, cintos de segurança laterais traseiros retráteis de 3 pontos e porta-óculos.

fia-strada-hard-working-2017

Fiat Strada Hard Working – Cabine Estendida

Fotos: Divulgação / Fiat / Adeildo Silva

Já as versões top da gama do Fiat Strada, as Adventure 1.8 16V Flex Cabines Estendida e Dupla, além de seu visual mais robusto e suas características mais aventureiras, oferecem todos os equipamentos de série da Hard Working, mais rodas 16”, sensor de estacionamento, retrovisores externos elétricos e rádio Connect CD MP3/WMA integrado ao painel com RDS, viva voz Bluetooth e entrada USB. A versão Cabine Dupla ainda conta em sua lista de série com bolsa porta-objetos e porta-copo na lateral traseira e apoios de cabeça traseiros rebaixados com regulagem de altura.

A nova versão Adventure 1.8 16V Flex Dualogic Cabine Dupla chega equipada de série com todos os itens da Adventure CD, mais câmbio Dualogic Plus e volante com alavanca de seleção de marchas tipo borboleta.

O consumidor pode deixar a sua picape Strada ainda mais completa com a lista de opcionais. Ela traz Central Multimídia, Adventure Locker (bloqueio de diferencial), sensor de estacionamento traseiro, rádio USB MP3 e pintura metálica. E ainda conta com mais de 57 acessórios Mopar, que estão disponíveis nas concessionárias Fiat de todo o Brasil.

Confira abaixo os preços das versões:

– Strada Working 1.4 Flex CS – R$46,79 mil

– Strada Working Plus 1.4 Flex CS – R$48,82 mil

– Strada Hard Working 1.4 Flex CS – R$52,88 mil

– Strada Hard Working 1.4 Flex CE – R$57,04 mil

– Strada Hard Working 1.4 Flex CD – R$64,25 mil

– Strada Adventure 1.8 16V Flex CE – R$66,28 mil

– Strada Adventure 1.8 16V Flex CD – R$73,13 mil

– Strada Adventure 1.8 16V Flex Dualogic CD – R$77,60 mil