Ford Mustang é apresentado oficialmente

José Oswaldo Costa*   (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 06/04/2018)

de São Paulo / SP

Esportivo icônico, lançado em 1964, chega ao Brasil em versão única GT com motor 5.0 V8 de 466 cv

Vei1 - Pedro Bicudo - Ford - DivulgaçãoUm ícone da indústria automotiva mundial está, oficialmente, entre nós. A Ford lançou, nessa semana, o Mustang. Lançado nos Estado Unidos em abril de 1964, o muscle car chega ao Brasil em sua 6ª geração.

Segundo a Ford, ele é o modelo esportivo mais vendido dos EUA nos últimos 52 anos. Na Europa, onde chegou em 2015, teve 9,3 mil pedidos durante sua pré-venda (em 2014) e, desde o lançamento oficial, já emplacou mais de 33 mil unidades.

No Brasil, sua pré-venda teve 275 pedidos sendo que, desses, 187 unidades já foram emplacadas. Interessante destacar que, desse volume, 30% foi dar cor vermelha, 20% na cor preta e 15% na cor branca. Importante informar que todas as 11 cores do catálogo do Mustang estão disponíveis para o consumidor nacional.

Comercializado, hoje, em mais de 140 países, ele desembarca no País em versão única, a GT. O preço, promocional de lançamento, é R$ 299,90 mil. Essa versão, nos Estados Unidos, é vendida por US$ 54 mil, segundo informou a Ford.

Usina de Força – O ronco do motor do Ford Mustang GT é de arrepiar qualquer amante de automóveis. Verdadeira música para os ouvidos. É difícil imaginar que o seu dono realmente aproveitará o sistema de som, incorporado ao multimídia – com tela de 8 polegadas sensível ao toque e com acesso ao Apple CarPlay e ao Android Auto –,  já que o motor 5.0 V8 é tudo o que se quer ouvir quando estamos ao volante.

Vei2 - Pedro Bicudo - Ford - DivulgaçãoEsse motor, denominado pela Ford como Coyote, é de 3ª geração. Ele é capaz de gerar 466 cv e 556 Nm de torque (a 4.625 rpm). Interessante que o “nosso” Mustang tem mais cavalos do que o norte-americano.

Lá, ele possui 460 cv. Segundo a Ford, o ganho de 6 cv se deve à alta concentração de etanol, que é misturado na composição da nossa gasolina. O motor conta com sistema de injeção de combustível direta e indireta e duplo comando de válvulas variável.

O Mustang GT leva 4,3 segundos para sair da imobilidade e atingir os 100 km/h. A velocidade máxima, limitada eletronicamente, é de 250 km/h.

A transmissão automática, com possibilidade de trocas manuais por meio de “borboletas” (paddle shifts) atrás do volante, é de 10 marchas. De acordo com a montadora, as trocas são realizadas em menos de 0,5 segundo.

Ford Mustang GT Premium 2018_Estúdio (4)A suspensão adaptativa não precisou passar por alterações para que o esportivo possa rodar em nossas ruas e estradas. Isso devido à tecnologia MagneRide, que utiliza amortecedores com fluido viscoso eletromagnético e sensores que monitoram as condições da pista mil vezes por segundo para oferecer a melhor resposta em cada situação de rodagem, conforme explicou a montadora.

Tecnologias – O Ford Mustang GT é equipado com seis modos de direção. Eles permitem um ajuste diferenciado para a direção, para a resposta da aceleração, para as configurações da transmissão e do controle de estabilidade.

São eles: Normal, Esportivo, Esportivo+, Pista, Drag e Neve/Molhado, além de uma seleção que o condutor pode personalizar ao seu gosto (MyMode).

Mesmo sendo um legítimo esportivo, o modelo conta com tecnologias semiautônomas. Podemos destacar o piloto automático adaptativo, o alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestres, o assistente de frenagem de emergência e o sistema de permanência em faixa com detecção de fadiga.

O Mustang GT também vem equipado com o Track Apps, função que permite registrar vários dados de performance do veículo, como aceleração, tempo de volta e frenagem. O Line Lock, que bloqueia eletronicamente as rodas dianteiras para o preaquecimento dos pneus traseiros em largadas, o famoso burnout, é um recurso exclusivo para as pistas.

Vei5 - Pedro Bicudo - Ford - DivulgaçãoNo quesito segurança, destacamos a presença de 8 airbags (frontais, laterais, do tipo cortina e de joelhos); freios esportivos Brembo, controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partidas em rampas, câmera de ré, farol alto automático, sensor de chuva, sensor de estacionamento traseiro e sensor de monitoramento da pressão dos pneus.

Habitáculo é muito confortável

O quadro de instrumentos, totalmente digital, é de 12 polegadas. Ele é configurável e permite selecionar várias telas. Além disso, oferece 27 opções de cores.

Como dissemos anteriormente, o sistema multimídia (SYNC 3) conta com tela sensível ao toque de 8 polegadas. Ela apresenta conexão bluetooth e duas entradas USB do tipo smart charge.

O multimídia é equipado com assistência de emergência que faz uma ligação automática para o Samu em caso de acidentes com acionamento dos airbags ou corte de combustível. Esse sistema fornece a localização do veículo e dados como velocidade, tipo do acidente e o uso dos cintos de segurança e dos airbags para auxiliar o atendimento.

Caso o proprietário se canse do ronco do poderoso motor (será?!), poderá utilizar o sistema de som Shaker Pro PremiumSound. Ele tem 390 W de potência e 12 alto-falantes, incluindo um subwoofer de 8 polegadas.

Vei3 - Pedro Bicudo - Ford - DivulgaçãoOs bancos revestidos em couro são equipados com sistemas de aquecimento e refrigeração. A maioria dos ajustes são elétricos, mas o do encosto é manual.

De acordo com a Ford, o Mustang rodou, no Brasil, mais de 48.500 km para testes. Foram avaliados, principalmente, a durabilidade, as emissões de poluentes, os ruídos (internos e externos) e a eficiência energética. Além disso, foi feita a calibração do motor para o combustível nacional.

As revisões do muscle car têm preço fixo durante os três anos de garantia: R$2,88 mil. O comprador do modelo pode optar em estender a garantia para 4 ou 5 anos através dos planos de manutenção chamados de Ford Protect. Ele podem ter quatro ou cinco revisões. Esses planos têm os preços de R$ 4,43 mil e R$ 5,57 mil, respectivamente.

Nas revisões, os itens verificados são os seguintes: óleo do motor, fluido de freio, filtro de óleo do motor, filtro de combustível, elemento filtro de pólen da caixa de ventilação, elemento filtro de ar e vela de ignição.

Apesar do seu já belíssimo design, os proprietários ainda contam com alguns acessórios para diferenciá-lo. São eles: entrada de ar para as janelas traseiras, entrada de ar para os para-lamas traseiros, rodas de 19 polegadas de alumínio com acabamento em pintura de níquel brilhante, tapete protetor para o porta-malas e capa externa para proteção do veículo contra intempéries.

Vei4 - Pedro Bicudo - Ford - Divulgação

Fotos: Pedro Bicudo / Ford / Divulgação

*o jornalista viajou à convite da Ford

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s