Honda SH 300i, linha 2018, tem o preço sugerido de R$20,99 mil

Da Redação

L62A9350cA linha 2018 da scooter SH 300i, da Honda, está chegando ao mercado com uma nova opção de cor (marrom) e o preço sugerido de R$20,99 mil.

Produzida em Manaus (AM), a scooter traz como destaques a economia de combustível e a facilidade de pilotagem graças ao câmbio automático do tipo CVT.

Em versão única, a SH 300i conta, de série, com sistema de freios ABS (antitravamento), além de para-brisa para proteção adicional ao piloto contra chuva e vento. O modelo apresenta, ainda, sistema Smart Key, que possibilita o acionamento do motor sem uso de chave, oferecendo mais conforto e comodidade.

L62A9430cO motor permanece o monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft), quatro tempos, arrefecido a líquido, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection).

A capacidade cúbica é de 279,1 cm³. A potência é de 24,9 cv a 7.500 rpm com torque de 2,59 kgf.m a 5.000 rpm. Com um conjunto leve (162 kg), a suspensão conta com garfo telescópico de 115 mm de curso na dianteira e 114 mm na traseira, com sistema duplo de amortecimento.

Sob o assento há um espaço que permite acomodar um capacete e objetos de pequeno porte.

O conjunto óptico conta com tecnologia de lâmpadas em LED, mais eficientes. Completa o visual um painel de instrumentos com leitura digital e analógica para os principais parâmetros de funcionamento do motor e da parte elétrica.

L62A1423cmcCom boa estabilidade, o modelo dispõe do sistema eletrônico ESP (Enhanced Smart Power), que atua sobre o câmbio: quando o scooter permanece em velocidade constante, câmbio e injeção eletrônica se reajustam automaticamente para “alongar” a relação mantendo a mesma velocidade, o que reduz as rotações.

Disponível em toda rede de concessionárias da marca, a partir de março, a Honda SH  300i será comercializada nas cores vermelha e marrom, ambas perolizadas. O preço, informado no início, tem como base o estado de São Paulo e não inclui despesas com frete ou seguro.

A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões.

L62A9749m

Fotos: Honda / Divulgação

Volkswagen Virtus é apresentado oficialmente

José Oswaldo Costa*   (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 26/01/2018)

de São Paulo / SP

Preços partem de R$59,99 mil

Vei1 - Volkswagen - Divulgação

Foto: VW Virtus Highline

A Volkswagen fez o lançamento do sedan compacto premium Virtus nessa semana, de maneira oficial. Isto porque, em novembro do ano passado, a montadora alemã já havia feito a avant-première do modelo.

O Brasil será o primeiro mercado no mundo a vender o novo VW Virtus.

Mais à frente, entraremos nos detalhes do Virtus, mas uma das informações mais importantes sobre o sedan originado do hatch Polo, que não foi disponibilizada em novembro, são os preços.

O VW Virtus será vendido em três versões: MSI com motor 1.6 e câmbio manual (R$ 59,99 mil); Comfortline 200 TSI com motor 1.0 turbo e câmbio automático de seis marchas (R$ 73,49 mil) e Highline 200 TSI, também com motor 1.0 turbo e câmbio automático de seis marchas (R$ 79,99 mil).

Vei2 - Volkswagen - DivulgaçãoA versão de entrada MSI conta com dois pacotes de itens. O primeiro, denominado pela montadora como Safety Pack, tem o preço de R$ 1,05 mil. Inclui os seguintes recursos: controle de tração (ASR), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS), controle eletrônico de estabilidade (ESC) e assistente de partidas em rampas (HHC).

O segundo é o pacote Connect Pack, ao preço de R$ 2,95 mil. Além de incluir os itens do Safety Pack, também oferece: sistema multimídia com tela colorida sensível ao toque de 6,5 polegadas (com conectividade para Android Auto – que agora permite também o aplicativo de navegação Waze –, Apple CarPlay e Mirrorlink), volante multifuncional, rodas em liga leve de 15 polegadas e sensores de estacionamento traseiros.

Virtus MSI (5)

Foto: VW Virtus MSI

A versão intermediária Comfortline conta com o pacote chamado de Tech I. Ele acrescenta ao Virtus o seguinte: volante multifuncional com “borboletas” (paddle shifts) para trocas manuais de marchas, abertura e fechamento das portas sem a necessidade da chave e botão de partida, controle automático de velocidade, sensor de estacionamento dianteiro, sensores de chuva e crepuscular, rodas em liga leve de 16 polegadas com pneus 195/55 R16 e espelho retrovisor interno eletrocrômico. O preço é R$ 2,20 mil.

Já o pacote Tech II inclui os itens anteriores acrescentados de: indicador de controle da pressão dos pneus, sistema de frenagem automática pós-colisão, detector de fadiga, porta-luvas refrigerado, câmera de ré, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço e ar-condicionado digital. Esse pacote tem o preço de R$ 3,5 mil.

Virtus Comfortline 200 TSI (5)

Foto: VW Virtus Comfortline

O Virtus Highline, topo de linha, oferece o pacote Tech High ao preço de R$ 3,30 mil. Ele inclui os seguintes itens: painel de instrumentos totalmente digital (Active Info Display), sistema multimídia com tela colorida sensível ao toque de 8 polegadas, indicador de controle de pressão dos pneus, sistema de frenagem automática pós-colisão, detector de fadiga, câmera de ré, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço, sensores de chuva e crepuscular e sensores de estacionamento dianteiros.

Active Info DisplayO cliente também pode adquirir, para a versão Highline, rodas em liga leve de 17 polegadas (R$ 1,20 mil), banco do passageiro dianteiro rebatível (para levar cargas longas, com um caiaque, por exemplo) por R$ 300 e bancos revestidos em material sintético que imita couro (R$ 800).

Ou seja, se o comprador optar por levar o Virtus Higline totalmente equipado, terá que pagar o preço de R$ 85,59 mil.

Vei4 - Volkswagen - Divulgação

Foto: Interior do VW Virtus Highline

A versão de entrada MSI, com todos os opcionais oferecidos, tem o preço de R$ 62,94 mil. Já o Virtus Comfortline, com todos os itens disponíveis, tem o preço de R$ 76,99 mil.

Todas as versões contam, de série, com 4 airbags (dois frontais e dois laterais), além do sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis. Assim como o “irmão” Polo, o Virtus recebeu 5 estrelas do Latin NCAP nos testes de segurança realizados.

Manual cognitivo é um destaque

Como informamos anteriormente, o Virtus MSI utiliza motor 1.6. Ele é capaz de render 110/117 cv (gasolina/etanol) e oferece o torque máximo de 155/162 Nm (gasolina/etanol).

De acordo com a VW, com esse motor o sedan alcança a velocidade máxima de 195 km/h e atinge os 100 km/h, saindo da imobilidade, em 9,8 segundos (abastecido com etanol). O câmbio que trabalha junto com essa motorização é o manual de 5 marchas.

Vei3 - Volkswagen - DivulgaçãoNas versões Comfortline e Highline o motor utilizado é o 1.0 turbo de três cilindros, de 115/128 cv (gasolina/etanol). O torque é de 200 Nm, seja qual for o combustível escolhido. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 9,9 segundos e, a velocidade máxima, é de 194 km/h (abastecido com etanol).

Para as duas versões, o câmbio escolhido foi o automático de 6 marchas com a opção de equipá-las com “borboletas” atrás do volante para trocas manuais. As trocas manuais também podem ser feitas na própria alavanca do câmbio.

O motorista também conta com o modo de acionamento esportivo (posição S), que altera os momentos das trocas de marchas para rotações mais elevadas, proporcionando aceleração mais rápida, para um comportamento mais dinâmico do veículo.

Segundo a montadora, o Virtus será o primeiro automóvel do Brasil a oferecer o “manual cognitivo” – que usa IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações do manual do carro.

Dúvidas sobre o carro (feitas através da escrita, voz ou fotografia) poderão ser respondidas por esse assistente, de forma simples e rápida, em português ou espanhol.

Vei5 - Volkswagen - Divulgação

As medidas do novo VW Virtus são as seguintes: comprimento – 4,48 metros; largura (com os espelhos retrovisores) – 1,96 metro; altura – 1,47 metro e distância entre eixos –  2,65 metros. O porta-malas tem capacidade para 521 litros.

Interessante que, mesmo sendo um modelo derivado do Polo, a Volkswagen optou por alterar o entre eixos do Virtus, para ampliar o espaço interno. Dessa forma, ele passou dos 2,56 metros do hatch para os já informados 2,65 metros no sedan.

Novo Polo x Virtus_Estrategia Modular MQB (5)

Foto: VW Virtus e Polo. A parte em laranja do Virtus (esquerda) destaca o aumento do entre eixos

Além disso, vale destacar que essa medida é exatamente a mesma do seu “irmão mais velho” Jetta. Muito boa para um sedan do segmento de compactos.

O Virtus chega ao mercado brasileiro com garantia de fábrica de três anos (sem limite de quilometragem) e estará disponível em sete cores: preto, branco e vermelho (sólidas) e cinza, azul, prata Sirius e prata Tungstênio (metálicas).

O novo sedan compacto premium da Volkswagen estará nas concessionárias da marca a partir da primeira semana de fevereiro.

*o jornalista viajou a convite da Volkswagen do Brasil

Virtus Comfortline 200 TSI (4)Fotos: Volkswagen do Brasil / Divulgação

Honda SH 150i ganha nova versão na linha 2018

Da Redação

L62A6707mccA Honda apresentou a linha 2018 do scooter SH 150i, que passa a contar também com a versão DLX. Com três anos de garantia sem limite de quilometragem e mais sete trocas de óleo gratuitas, a inédita versão DLX será disponibilizada na cor preta e com preço público sugerido de R$12,95 mil.

Na versão ABS, a novidade fica por conta da nova cor vermelha, além da manutenção do azul, com preço público sugerido de R$12,45 mil.

Apresentada ao público no ano passado, a SH 150i se destaca por possuir um novo conceito e grandes diferenciais, como todo conjunto de lanternas e luzes traseiras e dianteiras em LED, Idling Stop (tecnologia que desliga o motor em marcha lenta por até 3 segundos, religando-o automaticamente quando acionado o acelerador), tomada de 12v, rodas de liga leve de 16 polegadas, smart key (chave presencial), além de sistema de freios ABS (antitravamento), entre outros itens.

L62A6830mccUma de suas principais características é o assoalho plano dos pés que facilita o subir e descer da moto, além de liberar a movimentação das pernas durante a pilotagem. Com a disposição facilitada pelo maior espaço, o modelo possibilita o carregamento de pequenos volumes, facilitados por uma alça de fixação para bolsas, sacolas e mochilas durante o deslocamento, além de porta objetos com tomada 12V para carregamento de celulares.

Sob o assento há espaço graças a um guarda-volume com capacidade para até um capacete fechado.

L62A9051mcUm ponto forte é a ergonomia proporcionada pelo guidão posicionado de forma confortável, independente da estatura do piloto, graças à altura do assento (799 mm).

Na traseira, destaque para os apoios de pés retrateis que, quando não utilizados, se incorporam à estrutura das carenagens laterais, sem sobressaltos.

L62A9028mAs alças de apoio apresentam a possibilidade de fixação de bauleto traseiro central.

L62A6556mcO painel de instrumentos é equipado com velocímetro central analógico, além de indicadores de nível de combustível, temperatura da água, e uma tela digital com relógio, hodômetro, além de consumo, parcial e instantâneo.

L62A8876mcConjunto mecânico – O SH 150i utiliza o propulsor monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft) de 149,3 cm³, 4 tempos, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection) e arrefecimento a liquido.

A potência máxima é de 14,7 cv a 7.750 rpm e o torque máximo de 1,40 kgfm a 6.250 rpm. A transmissão é automática do tipo CVT, que não exige trocas de marchas e facilita a pilotagem.

Outras características que favorecem a pilotagem estão no entre eixos mais curto (1.340 mm); baixo peso (129 kg) e na distância mínima do solo (146 mm). A suspensão dianteira é do tipo garfo telescópico, com curso de 100 mm.

Na traseira, possui sistema com dois amortecedores que possibilitam até 5 ajustes de pré-carga na mola (curso de 95 mm), com maior suavidade e conforto na pilotagem.

L62A6551mcOs preços informados anteriormente têm como base o Estado de São Paulo, e não incluem despesas com frete e seguro. A garantia do modelo é de três anos, sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões.

L62A6429mcc

Fotos: Honda / Divulgação

Renault convoca os proprietários do Kwid

Da Redação

Kwid_Intense_020baixa-808x1024

Foto: Renault do Brasil / Divulgação

A Renault do Brasil está convocando, preventivamente, os proprietários de Kwid a comparecer à rede de concessionárias da marca para a verificação e, se necessário, substituição do berço do motor.

O recall começou no último dia 20 de janeiro.

Por uma não conformidade de execução por fornecedor da Renault, a solda do berço do motor pode se romper, causando perda da dirigibilidade com risco de acidente.

A campanha envolve 1.918 unidades, fabricadas entre 9 e 16 de setembro de 2017.

Os chassis, não sequenciais, são os seguintes:

De JJ003408 a JJ998344

A verificação e/ou troca do componente são gratuitos e realizados em até 3h30. O serviço deve ser agendado.

Caso o cliente tenha dúvidas, a Renault oferece seu Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), pelo telefone 0800-0555615. Também disponibiliza o site www.renault.com.br/servicos/recall

Série limitada do Hyundai HB20, a versão R spec terá 600 unidades

Da Redação   (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 19/01/2018)

Vei4 - Hyundai Motor Brasil - DivulgaçãoSegundo carro mais vendido do Brasil em 2016 e 2017, o hatch compacto HB20 ganha sua primeira série numerada. Batizada de HB20 R spec Limited, a edição especial terá apenas 600 unidades produzidas na fábrica da Hyundai, em Piracicaba (SP).

As vendas têm início imediato, com preço sugerido de R$64,99 mil. Segundo a Hyundai, não há qualquer acréscimo nesse valor no que diz respeito a cor escolhida pelo cliente.

Para valorizar a exclusividade da série, todos os clientes que comprarem o HB20 R spec Limited receberão um certificado de autenticidade numerado.

Exterior – O hatch traz diversos detalhes em tons de preto brilhante em seu exterior, com destaque para o contorno da grade hexagonal frontal e dos faróis de neblina, os retrovisores, a antena tipo barbatana e as maçanetas externas.

HB20_RSPEC-021São inéditas as rodas de liga leve de 15 polegadas na cor preta, a saia lateral, o spoiler traseiro com design esportivo, além de emblema “Limited” aplicado na tampa do porta-malas. As pinças de freio são sempre pintadas em vermelho.

As cores para a série limitada são: branco e preto sólidos, vermelho perolizado e prata. Como informamos no início desse texto, não há custo adicional para pinturas metálica ou perolizada.

Interior – Por dentro, o modelo apresenta soleiras nas portas dianteiras personalizadas com a numeração da unidade fabricada, indo de 001/600 a 600/600. Outro item que chama a atenção são os exclusivos bancos de couro vermelho com costura preta e o logotipo “R spec” gravado em baixo-relevo nos apoios de cabeça dianteiros.

HB20_R_SPEC_INTERIOR_SEM_COLUNA_2018_32589_03O teto é na cor preta, as saídas de ar centrais em preto brilhante e detalhes em vermelho no volante e na alavanca de câmbio.

A edição especial HB20 R spec Limited traz central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque e função de espelhamento de telefone celular por meio dos sistemas Apple CarPlay e Google Android Auto. Este último capaz de reproduzir o aplicativo Waze.

Conta, ainda, com comandos no volante, conexão Bluetooth para telefonia, streaming de áudio, acesso à agenda telefônica, compatibilidade com iPod, MP3 player e reprodução de fotos e vídeos.

HYUNDAI_HB20_R_SPEC_PAINEL_TOTAL_2018_32608 copiarOutros equipamentos desta série especial do HB20 são: ar-condicionado, direção hidráulica, volante com regulagem de altura e profundidade, retrovisores elétricos com repetidores de seta, computador de bordo com oito funções, incluindo o recurso “aviso de manutenção programada”, chave tipo canivete, banco do motorista com ajuste de altura e banco traseiro rebatível.

Sob o capô, o já conhecido motor 1.6, de 128 cv, acoplado ao câmbio automático de seis velocidades, mesmo conjunto que equipa outras versões do HB20.

Vei5 - Hyundai Motor Brasil - Divulgação

Fotos: Hyundai Motor Brasil / Divulgação

Novo Volvo XC40 chega ao mercado em abril

Da Redação   (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 19/01/2018)

Utilitário esportivo terá três versões, duas opções de motorização e preços a partir de R$169,95 mil

Vei1 - Volvo Cars - DivulgaçãoDesde a última segunda-feira, as reservas do novo Volvo XC 40 podem ser feitas diretamente em um concessionário da marca, por meio do pagamento de um sinal e colocação de um pedido, com escolha de versão e cores do exterior e interior.

Com lançamento marcado para abril, o modelo com direção semiautônoma mais barato do Brasil, segundo a Volvo, entra oficialmente em pré-venda ao público, com preços a partir de R$ 169,95 mil, em três versões de acabamento: T4, T5 Momentum e T5 R-Design.

As medidas do novo utilitário esportivo são as seguintes: entre-eixos – 2,70 metros; largura – 1,86 metro; altura – 1,65 metro e comprimento – 4,42 metros.

O sistema de iluminação é um destaque. O XC 40 conta com o Volvo FULL LED System que incorpora quatro funções aos faróis do veículo: Automatic Bending Lights (ABL), com luzes autodirecionais que acompanham o giro do volante; Active High Beam (AHB), com sistema automático que adapta a luz alta para evitar o ofuscamento em outros veículos e nivelamento automático do facho do farol, de acordo com a carga do veículo; e Daytime Running Lights (DRL) com acendimento automático, no qual a luz diurna em formato “T” contribui para a visualização do veículo, mesmo em dias muito claros.

O LED também está presente no conjunto dos faróis de neblina.

Vei2 - Volvo Cars - DivulgaçãoNa traseira, a lanterna característica se identifica com os novos SUVs da marca sueca. Com feixes de LED, o conjunto ótico elevado apresenta um desenho que invade a lateral da carroceria. Na versão R-Design, a cor do teto é diferente da carroceria e apresenta, também, barras em alumínio.

O sistema de entretenimento e conectividade é acessível pela tela antirreflexo, sensível ao toque, de 9 polegadas de LCD no painel central, que reúne praticamente todos os comandos do veículo em um único lugar.

O SUV apresenta, ainda, um painel de instrumentos digital personalizável, de 12,3 polegadas.

Vei3 - Volvo Cars - Divulgação

Volvo XC40 - 5O XC40 chega equipado com tração integral AWD (All Wheel Drive), que calcula constantemente a distribuição de tração entre os eixos para obter a melhor performance e estabilidade.

O controle do veículo se dá, também, por meio de diferentes modos de condução. São cinco no total, que ajustam parâmetros relacionados à resposta do motor, agilidade de troca de marchas, ajuste de esforço da direção, resposta dos freios e controle de estabilidade: Eco – privilegia economia de combustível; Comfort – prioriza suavidade nas reações do veículo; Off-road – para transitar fora de estrada; Dynamic – para uma condução mais esportiva e Individual – customiza a configuração.

O modelo é equipado com transmissão automática de 8 velocidades acoplada ao motor 2.0, com 4 cilindros em linha, turbocompressor, capaz de gerar 190 cv a 4.700 rpm e torque de 300 Nm entre 1.300 e 4.000 rpm, – esta versão, com o motor T4, chega ao mercado brasileiro a partir de julho.

Também está disponível o renovado propulsor T5, 2.0, com 4 cilindros em linha, turbocompressor e injeção direta de gasolina, o mais potente de seu segmento, segundo ao Volvo, com 252 cv. O torque é de 350 Nm, entre 1.800 e 4.800 rpm.

Volvo XC40 - 4Segurança – O SUV chega ao Brasil equipado com o City Safety, sistema que auxilia o condutor com frenagem automática para evitar e reduzir o risco de colisão contra veículos, pedestres e animais de grande porte à frente do carro.

Outro recurso é a Mitigação de Pista Oposta (Oncoming Lane Mitigation), que ajuda o motorista a evitar colisões com veículos oriundos da pista contrária. O sistema é ativado entre 65 e 140 km/h.

O XC40 também disponibiliza, como itens de série, sistema de alerta de mudança de faixa, sistema de proteção em saída de estrada, sistemas de proteção contra impactos laterais e lesões na coluna cervical.

Estão presentes o controle de cruzeiro adaptativo (ACC), no qual o motorista ajusta a velocidade e a distância a ser mantida em relação ao carro da frente , e a direção semiautônoma de até 130 km/h.

Por fim, o novo SUV oferece abertura e fechamento, elétricos, da tampa do porta-malas ao passar o pé embaixo do para-choque (função Hands-Free).

Volvo XC40 - 6

Fotos: Volvo Cars / Divulgação

A previsão de chegada do XC40 ao mercado nacional é abril, para as versões T5 Momentum e T5 R-Design, e julho, para a configuração T4.

Precos Sugeridos:

XC40 T4 – R$ 169,95 mil

XC40 T5 Momentum – R$ 189,95 mil

XC40 T5 R-Design – R$ 209,95 mil

Linha do Mitsubishi Lancer 2018 tem duas versões

Da Redação

329939_762444_lancer_hl_t___tom_papp__1_A Mitsubishi informou detalhes sobre a linha 2018 do sedan Lancer. O modelo terá duas versões: HL (R$74,99 mil) e HL-T (R$79,99 mil).

O Lancer vem equipado com sensor de acendimento de faróis, sensor de chuva, controles de áudio e piloto automático incorporados no volante, ar-condicionado automático e computador de bordo no centro do painel, que reúne as informações que podem ser facilmente visualizadas com um simples toque no botão.

A versão HL-T vem com diversos itens que deixam o visual mais atraente, como a antena Shark Style, spoiler traseiro, rodas 18 polegadas e ponteiras cromadas do escapamento.

329939_762445_lancer_hl_t___tom_papp__7_Nessa mesma versão, o sistema multimídia está alinhado com as mais recentes tecnologias, com conexões Apple Car Play e Android Auto, comando de voz, tela capacitiva e áudio streaming.

O sedan é equipado com paddle shifters (“borboletas”) atrás do volante, que oferecem a possibilidade da troca manual de marchas, assim como na alavanca no console central, dando um toque mais esportivo ao veículo.

329939_762448_lancer_hl_t__1_O sistema de freios conta com ABS de quatro canais, que garante estabilidade e segurança nas frenagens. O EBD (Eletronic Brake Distribuition) atua em conjunto com o ABS e assegura perfeita distribuição de força para cada roda. O BAS (Brake Assist System), sistema de assistência para os freios, permite que o veículo pare em curto espaço.

O Lancer é equipado com motor 2.0 a gasolina, produzido na fábrica de motores da Mitsubishi Motors em Catalão (GO). São 4 cilindros, 16v com comando variável e injeção eletrônica multiponto seqüencial. Ele é capaz de gerar 160 cv de potência e 20 kgfm de torque.

Esse motor é feito em alumínio, o que reduz o peso do veículo aumentando a estabilidade e proporcionando bom rendimento.

329939_762443_lancer_hl_t___tom_papp__3_

Fotos: Mitsubishi Motors / Divulgação

A transmissão automática CVT é equipada com a tecnologia INVECS-III, que se adapta ao modo de dirigir de cada motorista, realizando as trocas de marcha de maneira mais suave.

A suspensão é independente nas quatro rodas, com MacPherson na dianteira, reforçada com braço tubular, e Multilink com barras estabilizadoras na traseira, garantido